Coerencia Cardiaca

Coerencia Cardiaca
3.1 (62.81%) 178 votes

Fisiologicamente, o estado  de  coerencia cardiaca é  marcado  pelo desenvolvimento de um suave padrão de onda senoidal, como no rastreamento Variabilidade da Frequência Cardíaca. Este padrão característico, chamado de Coerência do Ritmo Cardíaco, é o principal indicador do estado coerência psicofisiológica e é o que a tecnologia Bioffedback de Coerência Cardíaca pode medir e quantificar.

O Instituto de pesquisa HeartMath mostrou que a geração e a manutenção de emoções positivas possibilitam uma mudança de uma condição de desarmonia para um estado de coerência, cientificamente mensurável. Este estado é denominado coerência psicofisiológica, pois caracteriza-se por uma ordem crescente e harmoniosa, em ambos sistemas psicológicos , mental e emocional e nos processos fisiológicos.

Uma série de importantes mudanças fisiológicas ocorrem durante a Coerência Cardíaca: os dois ramos do SNA sincronizam um com o outro, e há uma mudança geral na oscilação autonômica para a atividade parassimpática aumentada. Há também uma harmonia fisiológica, pois um número de diferentes sistemas corporais sincroniza com o ritmo gerado pelo coração.

Para que serve a coerencia cardiaca

Para controlar situações de estresse crônico, ansiedade, para o tratamento de crianças com hiperatividade e déficit de atenção, hipertensão, depressão e transtornos do sono.

Os principais benefícios da coerencia cardiaca são:

  • Redução de estresse e ansiedade.
  • Aumento das atividades cognitivas.
  • Equilíbrio dos estados emocionais do indivíduo.
  • Redução dos comportamentos depressivos e agressivos.
  • Diminuição da fadiga.
  • Diminuição dos transtornos do sono.
  • Promove a ação de atitudes positivas.
  • Diminuição dos fatores de risco para a saúde, como colesterol, triglicerídeos e pressão alta.
  • Promove o bem-estar e o equilíbrio hormonal.
  • Melhora a atenção e a memória.
  • Melhora a qualidade de vida.
  • Coerencia cardiaca é um processo sistêmico que utiliza técnicas orientadas e
  • personalizadas, que ajudam o indivíduo a controlar os seus batimentos cardíacos, quando esses se encontram desregulados.

Exercício de coerencia cardiaca

Os exercícios de coerencia cardíaca devem ser feitos num cômodo calmo e sem barulho, de forma a facilitar o relaxamento. Um bom exercício consiste em:

  • Sentar numa cadeira ou poltrona confortável, descruzando os braços e pernas;
  • Aliviar a tensão corporal, libertando o peso todo sobre a cadeira;
  • Fechar os olhos e concentrar o pensamento nos batimentos cardíacos e no coração,
  • respirando lentamente;
  • Imaginar o ar entrando, passando à volta do coração e saindo lentamente pelo nariz;
  • Relembrar uma situação feliz que tenha enchido o coração de alegria, paz e gratidão,
  • revivendo esse momento;
  • Continuar respirando fundo e lentamente, enquanto se relembra o pensamento positivo;
  • Regressar lentamente ao cômodo e abrir lentamente os olhos.
  • O exercício de coerência cardíaca deve durar entre de 3 a 5 minutos, devendo-se
  • relembrar o pensamento positivo apenas quando o corpo estiver relaxado.

 

COMO CONTROLAR A ANSIEDADE SEM MEDICAÇÃO

COM A COERÊNCIA CARDÍACA

Acessando a Coerencia Cardiaca

Temos duas formas de acessar a Coerencia cardiaca, através da respiração de um peque no exercício. Através da respiração é o seguinte: comece fazendo duas respirações lentas e profundas, que estimulam o sistema parassimpático e favorecem o “freio” fisiológico. Em seguida, acompanha atentamente a expiração até o final e deixa, após uma pausa de alguns segundos, que a inspiração retome naturalmente.

Numa segunda etapa, deve-se imaginar que a respiração lenta e profunda é realizada na região do coração. Por fim, a concentração deve ser dirigida à sensação de calor ou de expansão no peito e, depois, incorporada à respiração e com um pensamento positivo.

Dentro do coração existem 40 mil axônios que tem uma ligação direta com o cérebro emocional, em uma conexão estreitamente íntima. O reflexo direto desse vaivém entre o cérebro emocional e o coração é a variação dos batimentos cardíacos.

Entre o nascimento, quando a variação é mais forte, e a proximidade da morte, mais baixa, o ser humano perde cerca de 3% de sua capacidade de variabilidade cardíaca. Existe uma variação considerada normal e saudável, que é sinal do bom funcionamento do “freio” e do “acelerador” do coração.

Em situações emocionais negativas alteram o ritmo cardíaco. Ele se torna “caótico”, ao contrário dos estados de bem-estar, quando se mostra “coerente”. Estudos sobre como manter um ritmo cardíaco “coerente” concluíram o controle interior da própria fisiologia através de pequenos exercícios controla o ritmo do coração.

Por meio de exercícios respiratórios simples, consegue-se esta “coerência” evitando o “caos”, associados ao estresse, ansiedade e estados depressivos.

 

 

COMO CONTROLAR A ANSIEDADE SEM MEDICAÇÃO

COM A COERÊNCIA CARDÍACA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *